Avançar para o conteúdo principal

Raspberry Pi em modo "Super Turbo"

Os tempos em que os cartões SD no Raspberry Pi ficavam corrompidos com os modos de overclock desapareceram. A fundação e a comunidade em torno deste mini-pc continua muito ativa levando o que o Raspberry Pi continue a ser uma escolha muito valida mesmo quando comparado com outras boards e mini-pc bem mais poderosos. Nestes equipamentos o suporte acaba por ditar parte do seu sucesso e no Raspberry Pi isso é bem evidente com os mais de dois milhões de unidades vendidas!

Na ultima semana andei a efetuar algumas invenções num dos meus RPi (B+). Invenções essas que passaram por testes de Overclock que até aqui vinha usando o modo Turbo (force_turbo=1) sem problemas.

E sem problemas continuo, mas agora com um modo "Super Turbo" que mantém o RPi a correr com o OpenELEC bastante estável e sem nenhum bloqueio em já mais de 50 horas ligado! E a temperatura do SoC mantém-se baixa com 38ºC em idle e sempre a menos de 50ºC mesmo com o Pi em reprodução de videos. Tudo sem qualquer dissipador... Considero também isto dos dissipadores e alguns exemplos que tenho visto na web em relação ao Pi tudo coisas completamente desnecessárias em 95% das vezes.


As definições colocadas na config.txt foram copiadas da RPiconfig oficial por mim:

arm_freq=1150
core_freq=500
sdram_freq=600
over_voltage=8
force_turbo=1


Nota-se bastante todo o sistema a responder mais depressa e mais capaz, e já nem uso o sistema na USB como antes! Tenho um cartão MicroSD da SanDisk UHS-I Class 10 e com o Pi ligado por cabo USB ao meu Plasma TV. Gosto de fazer da TV uma SmartTV... pois! A versão do OpenELEC é a mais recente 5.0 com o Kodi. 

Já também experimentei este modo "Super Turbo" noutro Pi modelo B que tenho, mas esse têm temperaturas em idle de 55ºC! Talvez também porque o tenho numa casa que me parece mais quente. No entanto esses 55ºC estão longe do limite seguro que são os 85ºC como devem saber.

Aqui há dois anos atrás ainda me lembro bem dos bloqueios contantes do Pi quando o levava aos 950... é para estas coisas que servem os updates de firmware ;)

Tudo isto não quer dizer que funcione em todos os RPi. Alias não deverá funcionar em todos os modelos pois há chips melhores que outros para o Overclock. Agora não custa nada vocês experimentarem também... ;)

Comentários

Popular no Blogue:

OpenELEC ou LibreELEC ?

Por aqui já sabem que sou utilizador do OpenELEC há bastante tempo. É uma das minhas distribuições de Linux favoritas sendo sem duvida a minha favorita para utilizar com o popular Kodi. Este OpenELEC acaba por não ser um sistema operativo como os outros, pois ele foi criado e pensado com uma unica finalidade... utilizar com XBMC/KODI.

É um sistema que utiliza o minimo de recursos necessários para aproveitar totalmente às muitas funcionalidades do Kodi. Não precisamos instalar software ou outros programas, nem muito menos preocuparmo-nos com notificações de tarefas do sistema operativo porque o OpenELEC transforma qualquer PC numa "set-top-box" que sem problemas só serve para aquilo ;)

Como configurar e usar uma NanoStation:

Desde que tenho este blog sempre tenho recebido alguns e-mails de leitores pedindo-me ajuda neste ou naquele ponto, tudo relacionado obviamente com alguns posts que tenho feito. Um dos casos mais comuns é precisamente sobre o material da Ubiquiti mais concretamente as NanoStation e as dificuldades iniciais que afinal são comuns de quem se inicia...
Assim aqui ficam estas breves e básicas instruções para colocarem as vossas NanoStations a funcionarem muito facilmente em 7 passos logo que sejam desempacotadas :) Atenção que é um exemplo para uma NS com as definições de fabrica para funcionar em modo de cliente...

Alien Covenant (2017)

Alien Covenant (2017) No filme anterior lembro-me perfeitamente de saír da sala de cinema em satisfação total e com a ideia que poderíamos ter mais filmes e sequelas sem recorrer a essa estranha forma de vida alienígena que tanto sucesso fez no cinema. Pois nada disso aconteceu com este Alien Covenant!!
Prometheus em 2012 não foi muito bem recebido e acabou incompreendido pela maioria. Talvez por isso esta sequela de Prometheus acaba por ser um "jogar em casa" regressando às origens num filme que acaba por ser também um remake do Alien original. Ou pelo menos funciona como tal podendo explicar a origem desta estranha criatura.
Há que dizer já... Alien Covenant é um bom filme muito bem ambientado com uma excelente imagem e fotografia cheia de cores e com poucos ambientes escuros como eu aprecio bastante. O elenco possui algumas estrelas que estão pouquíssimos minutos em cena, depois os restantes cientistas todos são "esquecíveis" e só mais uma vez o android David e …